Parque Witeck tradução de Plantar o Bem

22/06/2018

 

Conheça agora um verdadeiro santuário ecológico que nasceu do sonho de seu idealizador, cuja herança para as gerações futuras é mantida pela família e, em especial por seu filho Henrique Witeck que nos concedeu uma entrevista.

 

Em 1960, o então médico militar Dr. Witeck, transferido do Rio de Janeiro para o Rio Grande do Sul, se encanta pela paisagem natural de Novo Cabrais e resolve adquirir terras no local.

 

A partir do plantio das primeiras coníferas, nasce a ideia de semear e plantar uma floresta com diferentes espécies de árvores oriundas dos cinco continentes.

 

 

“Visitar o Parque Witeck é viajar pelo mundo num lugar só através das plantas. ”

 

Hoje, é possível contemplar mais de 2.000 espécies entre árvores, arbustos e forrações além de 109 espécies de pássaros, dezenas de jacarés, lontras, capivaras, tatus, bugios, dentre outros animais. 

 

 

Para Henrique Witeck a Natureza é um templo, um espaço, um abrigo no qual as pessoas se sentem bem.

 

Considera que, por analogia, uma floresta é como um abrigo onde as copas das árvores altas são o telhado, os troncos das árvores médias são as paredes e as gramíneas e as forrações correspondem ao assoalho. 

 

 

Reforça que a natureza é um espaço pelo qual as pessoas sentem a necessidade de em algum momento do dia ou da vida terem contato.

 

Proporciona boas vibrações, energia positiva, a sensação do bem estar e a necessidade de ficar em silêncio momentaneamente em equilíbrio e harmonia com o espaço.

 

A exemplo do elemento água, seja representado por uma queda d’agua, lago, rio ou mesmo o mar, que é uma necessidade intrínseca de cada pessoa. 

 

O Recanto da Paz é um local repleto de conceitos e significados simbólicos de renovação e movimento em razão da utilização do elemento água e quando associado as trocas das estações do ano proporciona, por meio da variação de luzes e cores, nuances visuais.