top of page

Sustentabilidade Ambiental


Casa, árvore e energia renovável na palma da mão | Foto Pixabay
Casa, árvore e energia renovável na palma da mão | Foto Pixabay

Você sabe o que é sustentabilidade ambiental? Esse assunto tem sido recorrente em muitos noticiários e conversas. De forma sucinta, podemos compreender a sustentabilidade ambiental como ações e projetos que envolvam a manutenção do meio ambiente do planeta Terra, em conjunto com o bem-estar humano, abrangendo aspectos ambientais, sociais e econômicos, dentro de estratégias restauradoras, preservacionistas e responsáveis por benefícios tanto ao meio ambiente, quanto para a sociedade.


Este conceito começou a ser desenvolvido na década de 1990 e desde então vem ganhando cada vez mais notoriedade. A sustentabilidade ambiental pode ser aplicada pelas pessoas, e também pelas empresas. Ações simples, como plantar mais árvores nas calçadas, praças e parques, diminuir o consumo de lixo, reciclagem, jardins filtrantes, uso de plantas nativas no paisagismo, horta comunitária, reaproveitamento das águas da chuva, uso de brises solares na arquitetura, entre outros, podem ser consideradas práticas que envolvam a sustentabilidade ambiental, na qual é de suma importância a consciência da reconexão do homem com a natureza.


O principal objetivo dessas ações sustentáveis é que sejam minimizados os recursos do planeta. A conscientização por parte das pessoas e principalmente das empresas, contribuem para que o conceito de sustentabilidade ambiental seja aplicado na prática.


Dica: Um exemplo de sustentabilidade ambiental, é a utilização de biocombustíveis, que apresentam baixo índice de emissão de poluentes, não para substituir, mas para reduzir o uso de combustíveis fosseis. Além disso outros exemplos são: economizar água, economizar energia, reciclar, utilizar mais transportes alternativos não motorizados, como bicicletas.


Logo abaixo, conceitos que auxiliam na ampliação da consciência nas questões da sustentabilidade ambiental.


Biodiversidade e a Preservação Ambiental

Mata nativa | Foto Pixabay
Mata nativa | Foto Pixabay

O que significa o termo biodiversidade? Quando o assunto é preservação ambiental, a biodiversidade é a palavra usada. A palavra é uma junção de duas outras: "diversidade" e "biológica".


Ao se falar de biodiversidade, se remete a importância da conservação de todas as formas de vida do planeta. Ou seja, representa toda a variedade do mundo natural. Entre elas estão as plantas, os animais e os microrganismos, tudo isso é biodiversidade. Toda essa diversidade dos seres vivos, incluindo as espécies vegetais e animais precisa ser preservada.


As atividades humanas descuidadas e descomprometidas com a natureza, invasões de terras com desmatamento, construções clandestinas, são a principal causa da redução da biodiversidade. O desmatamento e a poluição estão colaborando para extinção de plantas e animais. É preciso um planejamento das cidades, por meio de órgãos públicos, para ordenar o crescimento urbano, de modo a preservar o meio ambiente natural, porém integrando o homem e a natureza de um ponto de vista mais consciente, respeitando a biodiversidade.


Dica: É possível contribuir para a biodiversidade com ações simples no seu cotidiano. Entre elas está a adoção de um paisagismo sustentável com espécies nativas em seu quintal, se morar em apartamento podes cultivar um mini jardim. Desde flores até mesmo o cultivo de uma horta caseira com temperinhos. Busque não usar pesticidas e agrotóxicos, utilize adubos orgânicos. Procure cultivar formas mais saudáveis de cultivo e preservação. E também defenda a biodiversidade consciente, participando de ONGs. Cuide para não descartar lixo inorgânico ou entulhos de obra no meio ambiente. Existem empresas de caçambas estacionárias que fazer o descarte de lixo em locais licenciados. Colocando essas ações em prática você estará contribuindo para a biodiversidade. Como é lindo conhecer e ver inúmeros tipos de plantas, flores e animais cuidados, respeitados e preservados em reservas e parques! Vamos preservar a biodiversidade!


Eficiência da Energia Solar Fotovoltaica

Placas fotovoltaicas para geração de energia | Foto Pixabay
Placas fotovoltaicas para geração de energia | Foto Pixabay

A energia solar fotovoltaica apareceu pela primeira vez em nichos de mercado nos anos 1950 e lentamente se tornou mais popular. Consiste na corrente elétrica produzida pela luz em células solares no módulo solar. A energia da luz é transformada em eletricidade nas células fotovoltaicas. A luz solar é composta de fótons ou partículas de energia solar. Esses fótons contêm quantidades variadas de energia que correspondem aos diferentes comprimentos de onda do espectro solar.


Os dispositivos fotovoltaicos (PV) geram eletricidade diretamente da luz solar através de um processo eletrônico que ocorre naturalmente em certos tipos de material, chamados semicondutores.


A eletricidade pode então ser usada em equipamentos elétricos, alimentada na rede elétrica para outros usos ou armazenada em uma bateria. Quando o sol atinge o semicondutor dentro da célula fotovoltaica, os elétrons são liberados e formam uma corrente elétrica.


Dica: Após a conversão em corrente alternada de tensão mais alta, os sistemas fotovoltaicos (PV) podem ajudar a alimentar equipamentos elétricos comuns, como eletrodomésticos ou computadores, ou podem exportar eletricidade excedente para a rede nacional.


Aprenda a Técnica da Compostagem

Caixas para compostagem de adubo orgânico | Foto Pixabay
Caixas para compostagem de adubo orgânico | Foto Pixabay

Um processo importante para a sustentabilidade ambiental é reciclagem de lixo conhecida como compostagem. A técnica vem ganhando cada vez mais adeptos pelo mundo e pode ser feita em quintais, como também em apartamentos. A compostagem na China, por exemplo, já é utilizada há alguns séculos, assim como na Europa.


A terra transformada a partir da compostagem é ótima para a agricultura familiar, preparar o solo para fazer uma horta ou mesmo plantar flores. O interessante é que não é necessário fazer nenhum curso específico para montar a sua composteira orgânica. Ela é feita sem mistério!


Dica: No quintal, pode-se fazer uma cova e depositar o material orgânico, colocando uma pequena camada de terra ou folhas secas em cima. Quem mora em apartamentos pode comprar uma composteira pronta, ou até mesmo fazer em casa. Depois de depositar o material orgânico, cubra com folhas secas e serragem para evitar odores desagradáveis. Este material pode ser mexido a cada 15 dias. E em até três meses ele já vira adubo fértil. Além de conseguir reciclar o lixo orgânico, como por exemplo, cascas de frutas, legumes e verduras, é uma forma de se melhorar a terra com mais nutrientes, recuperar o solo e gerar menos lixo. Ela pode ser feita em qualquer ambiente. Neste caso, pode-se fazer a composteira caseira de madeira ou comprar pronta. Mas, lembre-se de não colocar, fraldas, papel higiênico, dejetos, fezes de gato ou cachorro, papel colorido. Apenas materiais de origem orgânica como cascas, folhas e outros!


Para auxiliar na conscientização da sustentabilidade ambiental segue abaixo um pequeno glossário com a breve conceituação de termos relacionados ao tema:


MINI GLOSSÁRIO

Arquitetura Paisagística

Arquitetura paisagística envolve atividades técnicas relacionadas à concepção e execução de projetos para espaços externos, livres e abertos, privados ou públicos, como parques e praças, dentro de várias escalas, inclusive a territorial. O projeto envolve a escolha adequada da vegetação, sua combinação volumétrica, cores e texturas, além da construção de pergolados e caramanchões, instalação de fontes e espelhos d'água, definição dos percursos, escolha da pavimentação adequada, definição da acessibilidade, escolha de materiais e definição da composição volumétrica e formal do tema paisagístico.


Árvore Caduca

É uma espécie de árvore que perde as folhas quando inativa (outono e inverno), rebrotando na primavera.


Árvore Perene

É a espécie de árvore que mantém as folhas nos galhos em todas as estações do ano.


Ecologia

Árvore em miniatura dentro de uma casca | Foto Pixabay
Árvore em miniatura dentro de uma casca | Foto Pixabay

É fato que nenhum organismo consegue viver sem interagir com outros seres e com o meio ambiente, e sem essa relação não haveria vida.


A Ecologia é uma ciência do ramo da Biologia. Por isso, uma das preocupações da ecologia é se preocupar com o estudo das relações dos seres vivos e destes com o meio ambiente.

Assim, o termo ecologia vem do grego “oikos” que significa nada menos nada mais que “casa”, lugar onde se vive ou hábitat.


A natureza é estruturada em níveis de organização que são os seguintes:

• Organismo: pode ser de determina espécie;

• População: conjunto de organismo que vivem em um mesmo local;

• Comunidade: as comunidades são diferentes tipos de população;

• Ecossistema: são os seres vivos de uma comunidade;

• Biosfera: conjunto de todos os ecossistemas do planeta.


Além de sentir amor pela natureza, é preciso entender como ela funciona. E mais, é necessário muito mais do que reduzir os impactos ambientais da atividade humana, mas ter conscientização social. É importante respeitar e preservar o meio ambiente, pois ele afeta os seres vivos não só pelo espaço necessário à sua sobrevivência e reprodução, mas também às suas funções vitais.


Planta Epífita

Planta aérea que vive em troncos, galhos e copas de árvores. Não sendo considerada um parasita, pois retira seus nutrientes do ar, da chuva e de matérias em decomposição que caem das árvores.


Espécie de Plantas

É a subdivisão de gênero das plantas, agrupando tipos diferentes. Nos nomes científicos das plantas o tipo da espécie aparece em segundo lugar.


Fotossíntese

Folha vegetal com água em zoom | Foto Pixabay
Folha vegetal com água em zoom | Foto Pixabay

Você já deve ter ouvido falar sobre o que é fotossíntese. Sabemos que a fotossíntese é fundamental para a nossa vida na Terra, é considerada essência da vida.

De forma resumida, a fotossíntese ocorre para que haja produção de energia necessária para que as plantas possam se manter vivas. Sem a fotossíntese, não existiria vida em nosso planeta, pois é através dela que se inicia toda a cadeia alimentar.

Diferente dos animais, a planta produz o seu próprio alimento constituído essencialmente por glicose. Ela é muito importante no meio ambiente, ou seja, faz a limpeza do ar.

E quando a planta produz glicose ela elimina oxigênio, e sem oxigênio é impossível sobreviver. Este processo pode ser considerado um dos mais importantes que ocorrem em toda a biosfera, já que se trata do principal processo de transformação de energia.

A fotossíntese ocorre em organismos muito pequenos ou em gigantescas árvores. Ou seja, para produzir seu próprio alimento, elas precisam de: água, luz do sol e gás carbônico.

Por isso é muito importante preservar as plantas, pois sem elas não teríamos oxigênio, e, consequentemente, não conseguiríamos viver. Sem dúvida, este é o processo mais importante que ocorre na Terra. Toda a vida no nosso Planeta depende da fotossíntese!


Gênero de Plantas

É o grupo botânico de plantas com características semelhantes. Sendo a primeira palavra em nomes científicos de plantas.


Germinação

É o estágio inicial de crescimento das plantas, quando a semente começa a brotar.


Guia de Educação Ambiental Urbano

Observa-se uma diversidade de cores, formas, tamanhos e quantidade de espécies vegetais em nosso dia a dia. Geralmente, as pessoas escolhem as que mais lhe agradam e que o mercado tem a oferecer gerando resultados imprevisíveis em termos de conjunto.

Com isso há necessidade de podas frequentes com o intuito de adequar a vegetação ao local, comprometendo a sua estabilidade e morfologia original. Disponibilizar um guia de educação ambiental urbana com informações sobre como escolher espécies vegetais compatíveis e potencializar o seu plantio em jardins, calçadas, canteiros e praças se faz necessário por meio de órgãos públicos.


Planta Herbácea

São as plantas de caule tenro, não lenhoso.


Planta Híbrida

Planta resultante do cruzamento de duas espécies ou gêneros diferentes.


Inflorescência

É o conjunto de flores agrupadas em uma mesma haste.


PANCs

Plantas Alimentícias Não Convencionais ou PANCs são plantas com potencial alimentício e desenvolvimento espontâneo, porém não são consumidas em larga escala ou são utilizadas apenas em determinada região. Um exemplo é a ora-pro-nóbis, taioba, beldroega, bertalha, dentre outras plantas que estão entrando no cardápio de quem procura comer de forma mais saudável.


Poda

Poda é, por vezes, o corte realizado nas plantas a fim de incentivar seu crescimento, tornando-as mais encorpadas e até mesmo propiciando seu florescimento. A poda em árvores, quando necessária, deve ser realizada preferencialmente no final do outono e no inverno, ou seja, nos meses frios do ano.


Poda Fitossanitária em Árvores

Galho de árvore ao sol | Foto Pixabay
Galho de árvore ao sol | Foto Pixabay

Quando árvores de grande porte são plantadas nas calçadas e crescem de modo a prejudicar a fiação de energia elétrica é necessário realizar uma poda, para controle do seu crescimento. Entretanto, para o controle de superbrotamento, indica-se a poda fitossanitária. Você sabe do que se trata? Ela é conhecida também como proteção sanitária. A poda fitossanitária é indicada para o seu controle e também para promover o equilíbrio das plantas, sendo também importante na prevenção de problemas fitossanitários. Há diversos tipos de poda, um dele é a fitossanitária, que é decorrente da manutenção e recuperação de árvores debilitadas pela idade e por agentes fitopatológicos. Assim, a poda vai facilitar a entrada de luz nas plantas, e ajudar no seu desenvolvimento. A poda fitossanitária ajuda no desenvolvimento e produtividade da planta. Ela também ajuda a combater doenças que possam atingir as plantas. Dessa forma, são realizados os devidos reparos manuais e aplicação de certos produtos que vão ajudar a promover a recuperação da planta.


Preservação

Preservação é o conjunto de procedimentos que objetivam manter a integridade e perenidade de patrimônio edificado, urbanístico ou paisagístico.


Raiz Aérea

Raiz aérea cresce em caules acima do solo, servindo para firmar a planta em ramos de árvores e para absorver a umidade do ar.


Replantio

O replantio é a transferência da planta para um novo recipiente, vaso, ou para um solo renovado com novos nutrientes. O replantio favorece o crescimento, revitalizando a planta.


Plantas Suculentas

As suculentas são plantas de hastes ou folhas espessas que servem para estocar água, assim como as cactáceas. Essas plantas emitem vapor de água no ambiente e isso, por sua vez, gera uma ação de bombeamento que puxa o ar contaminado para suas raízes. Neste sentido, a planta suculenta é muito importante para o meio ambiente, no jardim de sua casa, e na decoração interior, pois converte contaminantes em alimentos vegetais, purificando o ar da sua casa. Como as plantas liberam água, elas aumentam a umidade da sua casa, muito indicadas para locais secos. Podem ser utilizadas em mini jardins na decoração de interiores e em canteiros no jardim ou mesmo em troncos ornamentais formando uma bela decoração paisagística.